PERFIL OBSTÉTRICO E NEONATAL DOS PARTOS NATURAIS DOMICILIARES ASSISTIDOS POR ENFERMEIROS OBSTETRAS

Palabras clave:

Parto Domiciliar, Parto Humanizado, Enfermagem Obstétrica, Características da População

Resumen

Objetivo: Descrever o perfil obstétrico e neonatal dos partos naturais assistidos por enfermeiros obstetras nos domicílios. Material y Método: Estudo documental de abordagem quantitativo-descritivo e retrospectivo, desenvolvido nos prontuários arquivados pelas duas únicas equipes de enfermagem obstétrica privada de Maceió, Alagoas. A coleta dos dados ocorreu entre abril a maio de 2017 e baseado na media estimada de 140; abordaram-se 72 prontuários disponíveis que cumpriram com todos os requisitos éticos de pesquisa deste cunho em relação à dispensa do termo de consentimento livre e esclarecido. Resultados: Com predomínio da faixa etária das genetrizes de 20 a 29 anos (58,3%), casadas (58,7%) e com nível superior (83,4%). Multípara (87,5%), com partos na água (62,5%), de quatro apoios (40,3%), sem laceração perineal (77,8%) e com delivramento espontâneo (94,4%). O aspecto do liquido amniótico claro (95,8%), com Apgar e o teste do coraçãozinho satisfatório para manutenção da vida (100%). Conclusão: Apesar das equipes de enfermagem obstétrica atuarem nos cenários hospitalar e domiciliar, o público procurou por partos domiciliares e evidenciouse que parir em casa é tão seguro do que parir institucionalmente e sobretudo se respeita a opinião feminina.

Publicado

2019-09-02

Cómo citar

PERFIL OBSTÉTRICO E NEONATAL DOS PARTOS NATURAIS DOMICILIARES ASSISTIDOS POR ENFERMEIROS OBSTETRAS. (2019). Ciencia Y Enfermería, 25. Recuperado a partir de https://revistasacademicas.udec.cl/index.php/cienciayenfermeria/article/view/1260

Número

Sección

Investigaciones